sexta-feira, 30 de novembro de 2012

As Águias do Pampa Gaúcho

      O Brasil possui oito espécies de águias, três delas habitando o Pampa gaúcho, as quais estão incluídas no grupo das Águias-planadoras. Estas fazem parte da ordem dos Accipitriformes, que são divididas entre as famílias: Pandionidae e Accipitridae.


Águias-planadoras

Único grupo onde estão incluídas as espécies três espécies que habitam o Pampa gaúcho. Vivem em áreas abertas onde usam este ambiente para caçar. São espécies robustas com grandes asas e caudas de tamanho médio ou pequeno.
As águias da família accipitridae caçam sobrevoando o local e logo que avistam a presa jogam-se contra ela para capturá-la, em alguns casos podem alimentar-se de carniças. Já a águia da família pandionidae, sobrevoa os corpos d'água a procura dos peixes que nadam pela sua superfície.
     


Pandionidae

Águia-pescadora Pandion haliaetus

É a única espécie representante da sua família. 
Medindo de 55 a 58 cm de comprimento está espécie é migratória do hemisfério norte onde se reproduz e retorna a América do sul nos meses de temperaturas mais quentes. Ocorrendo quase que no mundo todo, está águia habita ambientes com grandes extensões de água e encontrada geralmente próxima a grande rios ou lagos e proximidades do oceano. É uma águia que vive quase que sempre solitária, seja usando as correntes de ar para planar ou mesmo pousada. 

Pandion haliaetus Foto: Willian Menq



Accipitridae


Águia-cinzenta Urubitinga coronata

Medindo de 75 a 85 cm de comprimento e pesando até 3 kg, é a maior e mais pesada águia do Pampa gaúcho. Habita regiões campestres e montanhosas. É muitas vezes solitária, podendo ser encontrada aos pares ou acompanhada de seu juvenil. Passa grande parte de seu tempo pousada, geralmente perto do chão, como pedras e cercas e ainda em postes ou galhos, onde fica à espreita para caçar.
Geralmente emitindo sua vocalização característica, é uma ave que luta bastante quando perturbada para manter seu poleiro.

Urubitinga coronata Foto: Willian Menq


Águia-chilena Geranoaetus melanoleucus 

Medindo de 62 a 69 cm de comprimento e podendo atingir 2 m de envergadura, a águia simbolo do ARP, é a águia mais comum do Pampa gaúcho. Habita áreas abertas, campos e regiões montanhosas, planando por muito tempo nessas regiões a procura de alimento. Pode também ser encontrada sobrevoando centros urbanos ou pousadas em cercas e postes na beira de rodovias e estradas.

Geranoaetus melanoleucus Foto: José Paulo Dias

   

     As águias, admiradas pelo seu tamanho, imponência, majestosidade e por suas diversas habilidade para caça, como habilidade de pesca da Pandion haliaetus, a brutalidade da Urubitinga coronata e a incrível personalidade da Geranoaetus melanoleucus. São algumas características dos rapinantes mais significativos do nosso Pampa, ,motivos como estes além da importância destas espécies para o meio em que vivem, a conscientização para preservação destas majestosas águias é importantíssima, além do fato do prazer de vivenciar um indivíduo dessas espécies na natureza.
      

Um comentário: